top of page
  • Foto do escritorsitefederacao

Ações da Federação Paranaense de Judô buscam engajar a comunidade judoísta durante a pandemia

Lives, cursos e competições online mantêm atletas, praticantes, professores e árbitros do Paraná unidos durante o isolamento social Judô Paranaense 18 de julho de 2020 Por ISABELA LEMOS I Fotos FPrJ Curitiba – PR

Desde março de 2020, o Brasil enfrenta o isolamento social decorrente da pandemia da covid-19. Devido a isso, os eventos e a prática do judô em nível nacional e internacional foram afetados diretamente. No Paraná, não foi diferente. No entanto, a Federação Paranaense de Judô (FPrJ) não parou suas atividades. Ao longo dos últimos quatro meses, a entidade desenvolveu diversos projetos para que a comunidade do judô se mantenha engajada e ativa durante este tempo afastada de seus dojôs.

Chamada para a live com o professor kodansha Liogi Suzuki


Fala Sensei e lives da FPrJ

Um grupo de professores e membros da diretoria da FPrJ reuniu-se no início de abril deste ano para desenvolver o projeto denominado Fala Sensei. A iniciativa consiste na apresentação de lives em que são abordados semanalmente temas relacionados ao judô, buscando alcançar os praticantes, atletas, técnicos, professores, árbitros e toda a comunidade judoísta do Estado. Até o momento, foram apresentadas 26 lives desde o dia 17 de abril.

A mediação da transmissão fica por conta do professor faixa preta ni-dan (2º dan) Lucas Zevirikoski, diretor de planejamento estratégico e fundador do Senshi Judô Club de Guarapuava, que interage com os convidados durante as lives. O professor ainda atua como organizador dos temas e contatos com os participantes. As lives são transmitidas ao vivo pelo Instagram da FPrJ (@noticiasfprj) todas as terças e sextas-feiras às 19h e duram aproximadamente uma hora; em breve, também serão transmitidas no Facebook.

Participam da organização das lives Gustavo Batista, diretor de marketing da FPrJ; Carlos Kussumoto, coordenador de eventos da FPrJ; , Tullius Dalagassa, técnico do Instituto Nintai de Judô; Guilherme Tonietto, técnico do Judô Tonietto; e Saimon Magalhães, técnico e fundador do Otto Judô.

As lives de abril contaram com a presença de Fúlvio Myiata, ex-atleta da seleção brasileira e treinador de judô do Minas Tênis Clube; Floriano de Almeida, coordenador técnico de judô do Flamengo; e Sarah Menezes, medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres 2012. 

Em maio, participaram das lives Diogo Guilherme Tonietto, técnico da seleção paranaense; Saimon Magalhães, membro do Conselho Estadual de Educação da FPrJ; Rubia Luizetto de Luca, advogada especialista em processo civil; Tatiana Medeiros Neder, médica e palestrante; Janaína dos Santos, técnica da equipe de judô da Secretaria de Esportes de Sarandi; Rosicleia Campos, técnica da seleção brasileira feminina de judô e do Clube de Regatas Flamengo; Edilson Hobold, árbitro FIJ A e diretor do departamento de educação da FPrJ; Douglas Ogawa, CEO da Ogawa Business; Rafael Silva, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos Londres 2012 e Rio 2016; e Luiz Hisashi Iwashita, presidente da FPrJ. 

Em junho, foram convidados para a transmissão online Roberta Albuquerque Lima, nutricionista da seleção brasileira; Yoshihiro Okano, professor kodansha kyuu-dan (9º dan) e coordenador de kata da FPrJ; Ketleyn Quadros, medalhade bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008; Celso Ogawa, coordenador de rendimento da FPrJ; Ney Wilson, gestor de alto rendimento da Confederação Brasileira de Judô (CBJ); Alan Vieira, professor; e Fernando Santos, coordenador de rendimento da região Centro-Sul.

Neste mês, participaram das transmissões ao vivo Liogi Suzuki, professor kodansha kyuu-dan (9º dan) e coordenador estadual de técnicas da FPrJ; Gustavo Batista, diretor de marketing da FPrJ; Roberto Nagahama, técnico da A.M.C.F; e Edison Minakawa, gestor de arbitragem da CBJ e árbitro FIJ A.

Membros da comissão de crise covid-19


Criação da comissão de crise covid-19

No dia 6 de junho, a diretoria da Federação Paranaense de Judô (FPrJ) realizou sua primeira reunião em ambiente virtual, utilizando o aplicativo Google Meet. Nela, criou-se a comissão de crise covid-19 da FPrJ com o intuito de elaborar um plano de contingenciamento, no qual serão determinadas as decisões de cada coordenação no próximo semestre do judô paranaense.

O plano de contingenciamento será baseado no que cada coordenação propuser. Após reunir todas as informações, serão informados os órgãos oficiais do Estado e a Confederação Brasileira de Judô (CBJ). O presidente da comissão de crise, Vítor César Moreira, anunciou que o plano já começou a ser desenvolvido.

O presidente da comissão explicou que, no plano de contingenciamento, constarão cursos de kata, nage-no-kata, técnicas e arbitragem, além de ideias para a organização dos próximos exames de faixa. Moreira prevê que, temporariamente, os exames de faixa não se realizarão da forma tradicional e poderão ser regionalizados pela FPrJ. Segundo Vítor César Moreira, tudo está sendo documentado para avaliação da diretoria antes de ser encaminhado.

O plano de retomada das aulas presenciais seguirá o processo de retomada das atividades empresariais e escolares de cidades como Curitiba e Guarapuava. “Estamos pegando alguns exemplos, como o de Campo Mourão, cidade do professor e membro da comissão Walter Babata, para montarmos o nosso plano. Entretanto, isso vai depender de liberação da Secretaria Estadual de Saúde”, disse o presidente da comissão.

Moreira explicou que há regiões e cidades em que as academias estão liberadas para aulas de judô, sem contato físico direto e com os alunos ocupando espaços específicos. Há também cidades em que a reabertura não foi autorizada. Por isso, a comissão preocupa-se com a regionalização, tendo escolhido representantes de cada região do Estado para compor o grupo. Integram a comissão professores que podem auxiliar em todas as áreas: saúde, tecnologia, eventos e ensino a distância.

A comissão de crise covid-19 da FPrJ é composta por Vítor César Moreira, presidente; Helder Faggion, representante da Região Norte e presidente da Comissão Estadual de Grau; Walter Kazunori Babata, professor kodansha shichi-dan (7º dan) e delegado da Região Noroeste; Edilson Hobold, representante da Região Oeste, professor kodansha roku-dan (6º dan) e coordenador do departamento de educação da FPrJ; Carlos André Kussumoto, representante da Região Sul e coordenador de eventos da FPrJ; Reinaldo Francisco, delegado da Região Centro-Sul; e Marcos Paulo de Castro, advogado e relator da comissão.

Foram distribuídas 150 máscaras para federados, professores kodanshas e diretoria da entidade


Distribuição de máscaras para os federados

Fruto da parceria Federação Paranaense de Judô (FPrJ)/Kimonos Yama, a coordenação de eventos da entidade distribuiu mais de 150 máscaras para seus filiados, incluindo os professores kodanshas e diretores. Para o presidente da FPrJ, Luiz Hisashi Iwashita, o momento atual requer maiores cuidados para evitar riscos desnecessários.

“Durante este período tão delicado, é importante pensarmos primeiramente na segurança e no bem-estar dos judocas do nosso Estado. Por isso, criamos essa iniciativa junto à Kimonos Yama para distribuir máscaras aos federados, além dos kodanshas e a diretoria. Estamos apenas na primeira fase desta iniciativa. Planejamos continuar com ações futuras relacionadas à distribuição de máscaras”, revelou o presidente da FPrJ.

Luiz Hisashi Iwashita, presidente da FPrJ


Primeira reunião virtual realizada pela diretoria da FPrJ

Seguindo a tendência mundial adotada pelas federações estaduais de judô do Brasil, a diretoria da Federação Paranaense de Judô (FPrJ) realizou em 6 de junho a sua primeira reunião em ambiente virtual, utilizando o aplicativo Google Meet. Segundo o presidente Luiz Hisashi Iwashita, a experiência foi considerada um sucesso.

A coordenadora de comunicação revelou a primeira iniciativa importante apresentada e aprovada pelos filiados da Sudoeste. “A 7ª Delegacia Regional tem uma história de 50 anos e vamos contá-la, a partir das associações e dos professores kodanshas que viveram momentos incríveis, fundamentados na resiliência e na dedicação aos propósitos do judô Kodokan.”

Segundo Iwashita, a reunião teve como objetivo principal abordar a situação atual do judô frente às restrições causadas pela pandemia da covid-19. Além disso, discutiram-se ações para manter as atividades da FPrJ e traçar novas estratégias relacionadas aos eventos de 2020. Foram propostos cursos online, na modalidade de ensino a distância (EAD) para nage-waza, katas e arbitragem, com o intuito de gerar pontuação para ranqueamento de dans.

Para o coordenador de eventos Carlos André Kussumoto, o destaque do encontro ficou por conta da criação de uma comissão estadual de crise, liderada pelo professor Vítor Moreira, que irá propor um plano de contingência a ser apresentado à Confederação Brasileira de Judô (CBJ) e aos demais interessados.

Ao todo, 16 membros da diretoria da Federação Paranaense de Judô participaram da primeira reunião virtual: Luiz Hisashi Iwashita, presidente; Helder Faggion, vice-presidente e delegado da Região Norte; Vítor Moreira, 2º vice-presidente; Reinaldo Francisco, tesoureiro e delegado regional Centro-Sul; Walter Babata, delegado da Região Noroeste; Washington Donomai, delegado da Região Oeste; Francisco de Souza, coordenador estadual de arbitragem; Edilson Hobold, coordenador estadual de educação; Carlos Kussumoto, coordenador de eventos; Gustavo Batista, coordenador de marketing; Rivaldo Filho, coordenador da delegacia da Região Sul; Rodrigo Tonietto, coordenador técnico; Lucas Zevirikoski, coordenador de estratégia; Marcos Paulo de Castro, departamento jurídico; José Luiz Lemanczuk, vice-coordenador de nage-waza; e Leonardo Fraga, coordenador de veteranos.

Participantes da reunião com a Secretaria Estadual de Educação e Esporte


Reunião com a Secretaria Estadual de Educação e Esporte

Em 2 de julho, a diretoria da Federação Paranaense de Judô (FPrJ) realizou uma reunião online com a Secretaria Estadual de Educação e Esporte (Paraná Esporte) para abordar o plano de retomada do judô no Estado. No encontro, foram abordados assuntos acerca da realização dos jogos oficiais do Paraná (Jogos abertos, Jogos Universitários e Jogos da Juventude), que irá depender da evolução dos casos de covid-19 e da liberação do governo do Estado. Além disso, foi discutiu-se a manutenção do apoio da secretaria à federação nas competições oficiais.

Participaram da reunião Cristiano Barros Del Rei, diretor de esportes da Secretaria Estadual de Educação e Esporte; Émerson Venturi, coordenador dos Jogos Oficiais da Secretaria Estadual de Educação e Esporte; Luiz Hisashi Iwashita, presidente da FPrJ; Vítor César Moreira, presidente da comissão de crise covid-19; Rodrigo Tonietto, coordenador técnico da FPrJ; Carlos Kussumoto, coordenador de eventos da FPrJ; e Washington Donomai, coordenador do departamento de kata da FPrJ.

Em breve, FPrJ planeja realizar competições de kata individual e em dupla na modalidade online


Ações futuras da FPrJ

Ainda nesta semana, no sábado (18), a Federação Paranaense de Judô apresentou o curso online e gratuito sobre a história do judô paranaense ministrado pelo professor kodansha 9º dan Liogi Suzuki, que em 1961 fez parte da fundação da entidade. O curso em formato de videoaula abrangeu todo o conteúdo referente ao tema, além de conteúdo teórico escrito. Estes cursos visam a resgatar, mesmo que parcialmente, alguns eventos que foram prejudicados pela paralisação das atividades. Clique aqui e saiba mais sobre o curso ministrado por Suzuki.

Neste fim de semana, realiza-se o 1º Campeonato Virtual de Judô da Região Norte. Contando com um representante por dojô em cada categoria, as lutas serão transmitidas ao vivo pela plataforma Stream Yard, nas quais os atletas disputarão três rounds de técnicas e exercícios. Vence a disputa quem fizer mais repetições corretas num determinado tempo. Aproximadamente 50 judocas de oito cidades da região Norte do Estado inscreveram-se no torneio. Para assistir ao campeonato, acesse o youtube da Delegacia Regional Norte.

Além disso, a FPrJ pretende realizar mais dois campeonatos online nos próximos meses: o Campeonato Paranaense de Kata individual e o Campeonato Paranaense de Kata em duplas. Estes próximos campeonatos seguirão os moldes do 1º Campeonato Virtual de Judô da Região Norte. As datas de ambos os eventos serão divulgadas em breve.

3 visualizações0 comentário

Commentaires

Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Ajouter une note
bottom of page