top of page
  • Foto do escritorsitefederacao

CBJ homenageia Meg Emmerich e a seleção paralímpica de Tóquio com promoção de graduação

Judocas receberam certificados de graduação nesta sexta-feira, 03, durante o Grand Prix de Judô para Cegos realizado pela CBDV, em São Paulo

Os judocas que integraram a seleção paralímpica do Brasil nos Jogos de Tóquio 2020 foram homenageados pela Confederação Brasileira de Judô, nesta sexta-feira, 03, em São Paulo, com a promoção de suas graduações de acordo com a nova política de promoção de grau implementada pela gestão do presidente Silvio Acácio Borges à frente da CBJ.

“Esse regime especial de promoção tem como finalidade valorizar os judocas paralímpicos da mesma forma que fizemos com os judocas olímpicos dentro dos critérios estabelecidos na Portaria Nº1 de novembro de 2020, reconhecendo sua enorme dedicação ao judô como atletas olímpicos e paralímpicos. É nosso interesse incentivar e valorizar essa categoria também”, disse o presidente da CBJ, Silvio Acácio Borges, que não pôde estar presente à homenagem, mas foi representado por Tibério Maribondo, ex-presidente da Federação de Judô do Estado do Rio Grande do Norte (FJERN).

Os paralímpicos Meg Emmerich da academia de Judô Celso Ogawa, Alana Maldonado, Lúcia Araújo, Arthur Silva, Thiego Marques, Willians Araújo e Harlley Arruda receberam seus novos certificados de graduação durante o tradicional Grand Prix Nacional de Judô para Cegos realizado pela CBDV e CPB, nesta sexta-feira. Karla Cardoso também foi promovida dentro dos mesmos critérios. Todos demonstraram gratidão às instituições pelo reconhecimento.  

Os medalhistas paralímpicos Daniele Milan (6º Dan) e Antônio Tenório (6º Dan) já haviam sido promovidos antes dos Jogos de Tóquio, tornando-se os primeiros paralímpicos Kodansha do Brasil.

Confira abaixo a lista dos judocas Paralímpicos de Tóquio 2020 promovidos:

2 visualizações0 comentário

Kommentarer

Betygsatt till 0 av 5 stjärnor.
Inga omdömen ännu

Lägg till ett betyg
bottom of page