top of page

Curso de Kata realizado em Colombo-Pr reúne 157 participantes

Curso de Kata realizado em Colombo-Pr reúne 157 participantes


A Federação Paranaense de Judô realizou no Sábado (28) e Domingo (29), no Clube Santa Mônica na cidade de Colombo-PR, seu último curso de Nague No Kata, Katame no Kata, Ju e Kime no Kata e ainda Nague e Katame Waza com os especialistas Sensei Washington Toshihiro Donomai ( Faixa Coral 6º Dan), Sensei Yoshihiro Okano ( Faixa Vermelha 9º Dan) e o Sensei Liogi Suzuki ( Faixa Vermelha 9º Dan). Foram 2 dias de curso  que reuniu 157 inscritos entre professores e atletas, buscando o aperfeiçoamento.


O presidente da F.PR.J., Luiz Iwashita, comentou que as técnicas do Kata, são imprescindíveis para a evolução dos judocas dentro do esporte.

Luiz Iwashita lembrou ainda que, no dia 25 de novembro, será realizado o Campeonato Paranaense de Nague no Kata, em Curitiba. Paralelamente, a F.PR.J. também estará realizando, nos dias 25 e 26 de novembro, o Exame Estadual para Faixas Pretas e de Dan’s.


É um prova de que a Federação Paranaense de Judô dá atenção a todas as áreas que envolvem o judô, como o alto rendimento, a base e o kata. É uma preocupação da Federação também com o contexto filosófico do judô.

Foram atribuídos 50 pontos referentes ao curso de Katas e outros 50 pontos referentes ao curso de Nague e Katame Waza no sistema de ranqueamento de Dans.

FUNDAMENTOS

Os Katas do judô são o conjunto das técnicas fundamentais, um método de estudo especial, para transmitir a técnica, o espírito e a finalidade do judô. O kata foi desenvolvido com o propósito de ensinar os aspectos básicos das técnicas do judô e sua etiqueta apropriada. No Kata competitivo são avaliadas a precisão dos movimentos praticados e a sincronia entre os dois judocas, dentre outros. A execução deve ser impecável.

O Nague no Kata é um dos dois randori-no-kata de Judô Kodokan e é uma ilustração dos vários conceitos de nague-waza (técnicas de arremesso). Já o Katame no Kata é o segundo randori-no-kata e consiste em uma ilustração dos vários conceitos de katame-waza (técnicas de luta de solo). Ambos são usados tanto como um método de treinamento quanto como uma demonstração de compreensão dos conceitos.

Ju no kata é projetado para ensinar os princípios fundamentais de judô, em especial o princípio do ju (produzindo ou suavidade) e é composto por três conjuntos de técnicas. Todos os katas são realizados por um par de judocas sendo que um atuando como Uke (que recebe a ação) e o outro como Tori (que faz a ação).

Kime no Kata é uma série de movimentos para autodefesa. É composto por 08 técnicas de uma postura ajoelhada (idori-waza) e 12 técnicas de uma posição de pé (tachiai-waza). Ambos os conjuntos de técnicas devem conter defesas para ambos os ataques armados e de mãos vazias.

ENTENDA MAIS SOBRE KATAS:

Os katas são divididos de acordo com as habilidades e técnicas do judô a serem ensinadas, totalizando oito katas.

  1. Nague-no-kata: formas fundamentais de projeção

  2. Katame-no-kata: formas fundamentais de domínio no solo

  3. Kime-no-kata: formas fundamentais de combate real

  4. Ju-no-kata: formas de agilidade aplicadas em ataque e defesa, utilizando a energia de forma mais suave e flexível

  5. Koshiki-no-kata: formas antigas é o kata da antiga escola do Jiu-Jitsu. Executava-se antigamente com armadura de samurai

  6. Itsutsu-no-kata: são cinco formas de técnicas. Expressão teórica do judô baseado na natureza

  7. Seiryoku-zenko-kokumin-taiiku-no-kata: é uma forma de educação física, baseada sobre o princípio da máxima eficácia, visa o treino completo do corpo

  8. Kodokan goshin-jutsu: técnicas de autodefesa.

0 visualização0 comentário
bottom of page