top of page

Curso estadual de Katas, Nague Waza e Katame Waza promovido pela F.PR.J. reúne 120 atletas

O curso estadual de Katas, Nague Waza e Katame Waza promovido pela F.PR.J. (Federação Paranaense de Judô) no último fim de semana, dias 31 de outubro e 1 de novembro, reuniu cerca de 120 atletas no Centro Esportivo Bagozzi, em Curitiba.

Os ministrantes foram os professores Washington Donomai – 5º dan (Preta) – Vice-Coordenador de Katas; Yoshihiro Okano – 9º dan (Vermelha) – Coordenador de Katas; e Liogi Suzuki – 9ª dan (Vermelha) – Coordenador Estadual de Nague Waza.

Vale lembrar que foram atribuídos 50 pontos referentes ao curso de Katas e outros 50 pontos referentes ao curso de Nague e Katame Waza no sistema de ranqueamento de Dans.

O presidente da F.PR.J., Luiz Iwashita, disse que as técnicas dos Katas, do Nague Waza e do Katame Waza são imprescindíveis para a evolução dos judocas dentro do esporte.

Luiz lembrou ainda que, no dia 28 de novembro, será realizado o Campeonato Paranaense de Nague no Kata, em Curitiba. Paralelamente, a F.PR.J. também estará realizando, nos dias 28 e 29 de novembro, o Exame Estadual para Faixas Pretas.

Para mais informações sobre o Campeonato Paranaense de Nague no Kata, clique aqui.

Para mais informações sobre o Exame Estadual para Faixas Pretas, clique aqui.

FUNDAMENTOS

Os Katas do judô são o conjunto das técnicas fundamentais, um método de estudo especial, para transmitir a técnica, o espírito e a finalidade do judô. O kata foi desenvolvido com o propósito de ensinar os aspectos básicos das técnicas do judô e sua etiqueta apropriada. No Kata competitivo são avaliadas a precisão dos movimentos praticados e a sincronia entre os dois judocas, dentre outros. A execução deve ser impecável.

O Nage no Kata é um dos dois randori-no-kata de Judô Kodokan e é uma ilustração dos vários conceitos de nage-waza (técnicas de arremesso). Já o Katame no Kata é o segundo randori-no-kata e consiste em uma ilustração dos vários conceitos de katame-waza (técnicas de luta de solo). Ambos são usados tanto como um método de treinamento quanto como uma demonstração de compreensão dos conceitos.

Ju no kata é projetado para ensinar os princípios fundamentais de judô, em especial o princípio do ju (produzindo ou suavidade) e é composto por três conjuntos de técnicas. Todos os katas são realizados por um par de judocas sendo que um atuando como Uke (que recebe a ação) e o outro como Tori (que faz a ação).

Kime no Kata é uma série de movimentos para autodefesa. É composto por 08 técnicas de uma postura ajoelhada (idori-waza) e 12 técnicas de uma posição de pé (tachiai-waza). Ambos os conjuntos de técnicas devem conter defesas para ambos os ataques armados e de mãos vazias.

*Com informações da Confederação Brasileira de Judô.

[abcf-andora-lightbox id=”2912″ template=”galleryl”]

1 visualização0 comentário
bottom of page