top of page
  • Foto do escritorsitefederacao

ÚNICA! Natasha Ferreira conquista vaga para os Jogos Olímpicos de Paris

Atualizado: 24 de jun.

Atleta curitibana é a primeira judoca federada a Federação Paranaense de Judô a participar de uma Olimpíada.


Por: Leandro Georgete

Foto: Anderson Neves/CBJ


HISTÓRICO! Natasha Padilha Ferreira está confirmadíssima nos Jogos Olímpicos de Paris 2024! A atleta de 25 anos da Sociedade Morgenau, representante brasileira na categoria ligeiro (-48kg), recebeu a confirmação da vaga nesta segunda-feira (24), através da cota continental que foi realocada, ou seja, ela herdou uma das cotas não utilizadas por outro continente. 


Natasha é a primeira judoca do estado do Paraná a conseguir a vaga para as Olimpíadas. 


Após conquistar a 7ª colocação no Campeonato Mundial em Abu Dhabi, em maio, Natasha precisava apenas da confirmação do retorno dessa cota, para poder comemorar a vaga olímpica.


Apesar de serem mínimas as chances da curitibana não herdar a vaga, ela precisou esperar encerrar o Open de Lima, neste último domingo (23), para ter a certeza que estará em Paris no mês de agosto. Natasha terminou a corrida olímpica na 26ª colocação do ranking, com 2.694 pontos.


O presidente da Federação Paranaense de Judô (F.PR.JUDÔ), Helder Faggion, se alegrou com a notícia da confirmação da vaga. “Foi uma batalha muito grande que a Natasha teve, e a gente acompanhou bem de perto. É muito difícil um atleta fora de um eixo grande ter a convocação. É a primeira atleta de uma academia do Paraná, que é nossa federada a conseguir o sucesso da convocação e participar de uma Olimpíada”, disse o sensei Faggion.


Natasha começou o judô aos 4 anos de idade na cidade de Curitiba e está na Sociedade Morgenau desde os 7 anos, acumulando títulos nacionais e internacionais. A judoca é campeã pan-americana e sul-americana sub 18, além de ter conquistado três medalhas no circuito mundial das categorias de base, sendo uma de prata e dois bronze. 


Em 2019 a paranaense participou do Campeonato Mundial sub 21, e também se tornou a primeira judoca, treinando no estado do Paraná, a representar a seleção brasileira principal em um Grand Slam, em Brasília.


Ciclo olímpico


Nos anos de 2021 e 2022 bateu na trave ao conquistar o vice-campeonato na Seletiva Nacional Paris 2024. No início de 2023, Natasha foi campeã desta competição, alavancando ainda mais a carreira e a motivação para se tornar uma atleta olímpica.


Um mês após ser campeã da seletiva, a curitibana conquistou a primeira medalha em Grand Slam, em Tel Aviv, Israel. O bronze na competição deixou a atleta mais próxima da disputa pela vaga olímpica.

Pódio do Grand Slam de Tel Aviv - Foto: Tamara Kulumbegashvili


Neste ano de 2024, Natasha conquistou a 5ª colocação no Grand Slam de Antália, na Turquia, e também no Campeonato Pan-Americano e Oceania, que foi realizado no Rio de Janeiro. A judoca da Sociedade Morgenau também conquistou o 7º lugar no Campeonato Mundial, em Abu Dhabi, que praticamente garantiu a vaga nas Olimpíadas. 


Paris 2024


Natasha e o restante da seleção brasileira de judô que representará o Brasil nos Jogos Olímpicos embarca para a França no dia 18 de julho, para um período de aclimatação antes da disputa das Olimpíadas. A curitibana lutará em Paris no dia 27 de julho.


205 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page