top of page
  • Foto do escritorsitefederacao

Hirotaka Okada elogia trabalho pedagógico desenvolvido por Saimon Magalhães

Hirotaka Okada elogia trabalho pedagógico desenvolvido por Saimon Magalhães

21 de fevereiro de 2019

A iniciativa de visitar a escola municipal Otto Bracarense Costa, no bairro Cidade Industrial de Curitiba (PR), partiu do próprio Okada, professor da Faculdade de Educação Física da Universidade de Tsukuba no Japão

Por ISABELA LEMOS I Fotos BUDÔPRESS

Curitiba – PR



Por meio de uma iniciativa do governo do Japão, Sport For Tomorrow (SFT), Instituto Kodokan do Brasil (IKB) e Federação Paranaense de Judô (FPrJ), na última terça-feira (19) o sensei Hirotaka Okada visitou a escola municipal Otto Bracarense Costa, na periferia de Curitiba. O professor japonês é mestre especialista em treinamento de judô, técnico da equipe principal da Faculdade de Educação Física da Universidade de Tsukuba (Japão) e professor da equipe infantil da cidade de Tsukuba.


Professor Okada enaltecendo o trabalho feito no dojô da escola pública de Curitiba

Os pequenos judocas deram início ao encontro com uma apresentação preparada especialmente para o mestre japonês, que foi muito elogiada pelo visitante. Durante a conversa com as crianças, o professor kodansha exaltou diversas vezes a metodologia de ensino utilizada pelo sensei Saimon, afirmando nunca ter visto nada igual, nem mesmo em seu país de origem. “A forma como o professor apresentou o mae-ukemi (técnica de queda frontal), o zenpoo-kaiten (rolamento para frente) e o ushiro-ukemi (queda para trás) revelou um método de ensino sensacional”, afirma Okada.

O bicampeão mundial e medalhista olímpico japonês acredita que, a partir do momento em que o grupo já está realizando os movimentos de forma perfeita dentro das técnicas, o progresso na aprendizagem será enorme. Além disso, não poupou elogios ao comportamento das crianças, que permaneceram em silêncio do início ao fim do encontro. Para ele, esse é um ponto positivo que não se tem visto ultimamente. Ao fim, parabenizou o professor e os alunos brasileiros, desejando que continuem dedicando-se muito ao judô.


Os pequenos judocas expressaram grande admiração e respeito pelo mestre japonês

O professor Saimon Magalhães de Souza, que ministra as aulas de judô na escola municipal da Cidade Industrial de Curitiba, explica que o trabalho teve início em 2013 com uma turma de 15 alunos. Seis anos depois, são aproximadamente 260 as crianças praticantes de judô. Para ele, a visita de Okada foi como a realização de um sonho.

“Contar com a presença do professor Okada significa muito para nós, pois a sementinha que plantamos anos atrás agora está podendo finalmente florescer. Ter uma pessoa como ele visitando nosso pequeno e singelo dojô dentro de uma escola pública na periferia de Curitiba, para mim, é motivo de imensa satisfação e alegria”, diz Magalhães.


As crianças terminaram a aula dando um grande abraço no sensei do dojô Otto Bracarense Costa

Diretora da escola municipal Otto Bracarense Costa, Karla Kuehns, expressa felicidade pela iniciativa de Okada. A instituição é a única escola pública da capital paranaense que oferece aulas de judô aos alunos. Consequentemente, é a mais procurada da região, tendo uma lista de espera com mais de 180 crianças.

“Okada ficou encantado com a didática do professor Saimon. A visita foi espetacular, pois ele poderia ter ido a qualquer academia conceituada de Curitiba, mas preferiu vir a uma escola da região do CIC. Ficamos contentes em poder apresentar um judoca com um histórico tão relevante às nossas crianças, é como um incentivo”, explica Karla.

Coordenador de comunicação do Instituto Kodokan do Brasil, Rafael Borges ressalta que o exemplo curitibano deve ser seguido por todos os professores de judô que pretendem trabalhar com crianças em escolas públicas.

“O professor Saimon segue fielmente os ensinamentos de Jigoro Kano shihan, promovendo não só a educação física, mas também o ensinamento de valores morais e éticos, envoltos nos temas da educação, disciplina e respeito. Um trabalho exercido com humildade e com valor inestimável para a educação, como relatado pelos pais, diretora e autoridades municipais. Um exemplo que deve ser seguido por todas as escolas”, afirma o coordenador de comunicação do IKB.

Borges revela que a comitiva japonesa teceu muitos elogios à forma como o judô está sendo difundido com seus reais propósitos nesta escola. Os dirigentes relataram que as instalações são simples, mas o que faz a diferença é a união do setor público, direção da escola e professor de judô diretamente envolvidos.


rofessor Roberto Mitio Harada fazendo a tradução do japonês para português

“Comparando nosso País com o Japão, notamos que temos muito a melhorar, porém, toda caminhada, por mais longa que seja, inicia-se com um primeiro passo. Como sempre, os japoneses sentem-se felizes por incentivar esse projeto no Brasil, cedendo recursos e profissionais altamente qualificados. Isso tudo como forma de agradecimento ao Brasil por ter acolhido tão bem a colônia japonesa no passado”, diz o coordenador de comunicação do IKB. Participaram do encontro Karla Kuehns, diretora da escola; Hirotaka Okada, professor da Universidade de Tsukuba (Japão); Saimon Magalhães, professor da escola pública; Luiz Hisashi Iwashita, presidente da FPrJ; Takanori Sekine, presidente do Instituto Kodokan do Brasil; Roberto Mitio Harada, coordenador de projetos do IKB; Rafael Borges, coordenador de comunicação do IKB; Ryosuke Kimura, gestor de projetos do consórcio Sport For Tomorrow; Teppei Sakauchi, estudante da Universidade de Tsukuba; Carlos André Kussumoto, coordenador da FPrJ; e vários pais dos alunos judocas da escola municipal Otto Bracarense Costa.


Humilde, mas com uma percepção fora do comum, sensei Okada detalhou o que viu na execução dos fundamentos e afirmou que o

método de ensino criado pelo professor Saimon é sensacional

Exteriorizando grande respeito pelas crianças, Hirotaka Okada cumprimentou os 20 judocas que o aguardaram ansiosamente


Karla Kuehns, Hirotaka Okada e Saimon Magalhães com as crianças que recepcionaram o sensei na escola municipal Otto Bracarense Cost


Sensei Okada cumprimenta Saimon Magalhães pelo grande trabalho desenvolvido na periferia de Curitiba


Quem sabe a sementinha plantada por Saimon na escola municipal do CIC renda frutos nos 399 municípios paranaense

6 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page